sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Directo ao Assunto.

Como todas as quartas, hoje às 23 horas, estarei na RPT N para debater com o Carlos Abreu Amorim, o Emídio Rangel e responder às perguntas do João Adelino Faria.

Estado Indireita

Pobre país o nosso, entre a espada e a parede, entre as escutas e este PM. Ler mais aqui.

O Bom da Fita- Kill Bill

Continuando a visita ao cinema da década zero, esta semana escrevi no CM sobre o Kill Bill e Tarantino.

A Europa Social

Ontem ao dar a volta pelas estações de televisão deparei-me com uma dimensão da Europa Social pouco tratada intermuros : greves na Alemanha, em França, e sobretudo na Grécia. Manifestações de rua em Espanha contra o aumento da idade de reforma.Numa televisão espanhola retenho a frase de uma comentadora: estamos perante «divergências pactadas».Felizes os povos que têm divergências pactadas!Ou será uma ilusão da distinta senhora?

António Barreto

Gostei de ver António Barreto na SIC-Notícias a explicar a base de dados Pordata.Reconheço o trabalhador inteligente que não se poupa e que gosta de ser útil onde quer que esteja.Depois deste tempo todo.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Vantagens de um grande conselho de administração

Depois de Rui Pedro Soares também Fernando Soares Carneiro pediu a demissão do conselho de administração da PT.Não sei se há ainda algum administrador indicado pelo accionista Estado. Mas não será por isso que a PT deixará de funcionar como até aqui.Os outros grandes accionistas é que ficam mais expostos...

Segurança ideológica

Dos três candidatos à presidência do PSD Aguiar-Branco apresenta-se como o mais claro ideologicamente.Declara-se social-democrata com convicção.Não sei o que isso irá dar em votos no interior do PSD, mas transmite uma certa tranquilidade sobre os seus propósitos para a sociedade portuguesa.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Uma boa iniciativa do PS

Leio, com alívio, que o PS desistiu do pedido de fiscalização de inconstitucionalidade da lei de finanças regionais, perante a tragédia que se abateu sobre a Madeira.O ministro das Finanças pode voltar, finalmente, à legalidade plena na matéria.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

A tragédia da Madeira

Uma tragédia ser necessário uma hecatombe para todos perceberem as fragilidades insulares. Um desastre o desentendimento que se tem construído entre a República e as Regiões Autónomas, sobretudo nos últimos anos.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Ontem um, hoje outro.

É oficial. Esta semana é a do horário nobre.

Pêlo de cão

A candidatura de Fernando Nobre, para a qual não sou tido nem achado,é triplamente perversa nos seus resultados:coloca Alegre no papel de Mário Soares,divide o eleitorado do Bloco de Esquerda o que poderá minar a autoridade do actual grupo dirigente (e quiçá marcar o declínio do BE), deverá saldar-se por uma derrota expressiva para o próprio Fernando Nobre que não merece enxovalhos.Aliás, como escrevo hoje no Correio da Manhã, enquanto José Sócrates for primeiro-ministro a esquerda não está nas melhores condições para ganhar as presidenciais.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Resumo

Numa frase, a declaração de Sócrates de hoje: "Nem os insultos abrandarão o meu ataque aos trabalhadores".

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Directo ao Assunto.

Hoje, às 23 horas e como é hábito, estarei na RPT N, com o João Adelino Faria, o Carlos Abreu Amorim e o Emídio Rangel.

Pensar Alto, 13 Fev 2010

Hoje, ou se condena a actuação de Sócrates ou se é cúmplice. A não ser que se continue a tolerar que um polvo faça do povo outro molusco.
Ler mais aqui.

O Bom da Fita- Homens que matam cabras só com o olhar

Se o leitor já desconfiou que a inteligência militar tem momentos delirantes, ‘Homens que Matam Cabras só com o Olhar' confirma a suspeita. Baseado num livro de Jon Ronson do jornal ‘Guardian', que escreveu sobre a sua experiência num desses excêntricos e dispendiosos batalhões, o filme ridiculariza a ganância das superpotências, ávidas de superpoderes. Gulosas, engolem qualquer patranha, desde que lhes prometa um paraíso marcial. 
Ler mais aqui.

Constâncio e a Alemanha

De repente descobriram a influência da Alemanha na nomeação de Vítor Constâncio para vice-presidente do BCE.Mas onde tem andado esta gente nos últimos anos?

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Ainda o crédito...

Pouco se falou entre nós do êxito da emissão de um empréstimo obrigacionista pelo Tesouro português no valor de 3.000 milhões de euros,emitido a 10 deste mês para ser pago até Junho de 2020,e que teve uma procura três vezes superior nos mercados internacionais.Para um Estado objecto de especulação teórica não está mal.A taxa de juro não explica tudo.Como escrevi aqui em Janeiro,e já vi depois várias vezes acentuado, a República Portuguesa é um bom pagador da sua dívida externa.

Vítor Constâncio em Franqueforte

Vítor Constâncio foi escolhido para ser um dos vice-presidentes do Banco Central Europeu.É verdade que Portugal era um dos poucos membros da zona euro que ainda não tinha tido um nacional seu naquele cargo, mas mesmo assim trata-se de uma vitória assinalável, tanto mais que Constâncio tem uma visão crítica do actual estado de uma zona monetária QUE NÃO É ÓPTIMA.Será um vice-presidente activo, competente, e proponente.Tem uma forte reflexão escrita sobre choques assimétricos na zona euro.Entra na altura própria, quando genéticas tentações de controlo unilateral do BCE voltam a manifestar-se.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Explosivos, cocaína, mafia...

Estes jornais no meio de feriados e festas são normalmente exemplares com poucas notícias mas lidos com afinco.Sobra tempo quando faltam acontecimentos.Hoje o Público volta com a questão das facilidades da ETA em Portugal. (Reparei depois que o Diário de Notícias também)As autoridades espanholas ajudam porque tanto lançam a existência de uma tonelada e meia de explosivos para o meio da rua, como reduzem( isto é um modo de dizer...) para trezentos os quilos prontos a detonar.Percebo agora melhor os 750 quilos estimados pelas autoridades nacionais-no meio é que está a virtude.Hoje é um especialista italiano em negócios da mafia napolitana que alerta para o tráfico de cocaína da Colômbia que passaria por Portugal para financiar a ETA.Vai levar quanto tempo para Portugal poder ser considerado um Estado errático?

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Por enquanto é o Directório

Para quem tiver curiosidade de perceber mais ou menos o processo de decisão das cimeiras europeias depois da ratificação do Tratado de Lisboa pode ler com utilidade o trabalho jornalístico de reconstituição da última Cimeira que o El País apresenta na sua edição de hoje.Por enquanto é o directório...

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Não deve ter sido fácil

Henrique Granadeiro,que tinha a obrigação de não se deixar seduzir,acaba de confessar que foi «encornado», não no seu Alentejo de bons princípios, mas algures entre Lisboa e Madrid.Os que o conhecem sabem que não deve ter sido fácil.Mas dá para perceber que o governo sombra vai se distanciar da golden-share.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Feitiço contra feiticeiro

Hoje, o jornal Sol vai ter 2ª edição.

A UE entre a banca privada e o apoio à Grécia

A cimeira europeia lá deixou cair umas palavras caridosas em relação a um possível apoio às finanças da Grécia.Bem sei que depois da ratificação do Tratado de Lisboa esses apoios específicos têm mais difículdade em encontrar um quadro legal.Mas se nos recordarmos doimediato consenso supremo no socorro às dificuldades da banca privada, temos uma pálida ideia da força dos interesses que governam a UE neste momento.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Mais um Benfica-Porto

Pronto.O Sporting e a Académica foram eliminados.O Braga não é equipa de Taças,´não se aguentou em nenhuma das 3 com que iniciou a época.Há trinta anos que não saímos do despique Benfica-Porto.Ao menos que o SLB jogue bem!

Cheira a quê?

Após alguns anos de dificuldades em encontrar candidatos à liderança, o PSD parece ressuscitar para a luta política interna.Passos Coelho já tem um concorrente de peso: Paulo Rangel.O discurso deste foi no entanto demasiado radical,e pouco esclarecedor sobre a principal escolha que se coloca aos militantes do PSD: um partido mais liberal ou mais social-democrata?Vamos ver como Aguiar-Branco se apresenta.Mas começa a cheirar a pólvora.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Não, Sr Primeiro Ministro.

Há meses, Sócrates bradava que o seu primeiro governo fora uma tempestade perfeita. Agora prefere tempestades num copo de água. Ler mais aqui.

O Bom da Fita- Relatório Minoritário

Prever o crime é um acto criminoso? é o título da minha coluna de cinema deste Domingo, no Correio da Manhã. Mais um dos melhores filmes da década zero.

A nova Comissão Europeia no PE

Discute-se hoje no Parlamento Europeu a constituição e a organização da nova Comissão Europeia.Nenhum euro-deputado português-Paulo Rangel, p.e., quer perguntar a Durão Barroso se desautoriza as calamitosas declarações do comissário Almunia sobre a credibilidade financeira da República Portuguesa?
A República Portuguesa sempre uma boa pagadora do serviço da sua dívida externa, como se escreveu aqui neste blogue, antes do PR ter acordado para o indicador...

Rangel enganou-se no parlamento

Fui dos que assinalou o discurso de Paulo Rangel na Assembleia da República em 25 de Abril de 2007, em que chamou a atenção para alguns excessos da maioria absoluta, e que terá contribuido na altura para uma certa contenção de pulsões.Mas acho um disparate o discurso de hoje no Parlamento Europeu.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Perigos próximos

Leio que« elementos do Centro Nacional de Inteligência, a secreta espanhola», estiveram em território português sem referir à sua congénere.É mais do que uma descortesia.É uma desconfiança que se instala dos dois lados da fronteira. A diferente estimativa na tonelagem dos explosivos encontrados é de monta.Ainda bem que estavam inertes.E alguém explica porque tiveram de ser detonados assim, em sumaríssimo?Devem ter ficado algumas amostras para se detectar a origem do arsenal.Este caso requer estudo dos mais altos responsáveis para evitar repetições perigosas.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

A selecção dos socos

João Vieira Pinto deu um soco num árbitro na Coreia.Sá Pinto socou o treinador ArturJorge e voltou a jogar pela selecção.Scolari vingou-se de um empate caseiro agredindo um jogador ´da Sérvia que se tinha metido com um «minino».Liedson andou aos socos com Sá Pinto e ainda chega a capitão da selecção.Agora Carlos Queiróz aplicou uns sopapos num dos melhores comentadores televisivos de futebol por discordar das suas análises tácticas.Futebol ou pugilismo?Mas neste também há regras...

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Bem vindo, Mário Bettencourt

Acabo de ouvir Mário Bettencourt Resendes dizer na TSF que tem saudades daquele PS que lutava pela liberdade de imprensa em Portugal.Bem vindo ao clube.É um alerta que deve fazer pensar alguns símbolos históricos do PS que estão em silêncio.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Almunia à solta

Há certamente uma política de comunicação da Comissão Europeia, e uma hierarquia interna entre o presidente e os comissários.As declarações de Almunia foram levianas e pouco inteligentes tendo em conta os próprios interesses da Comissão em evitar um efeito dominó do caso Grécia. Os esclarecimentos posteriores não evitaram danos sérios para as economias de Portugal e de Espanha, além de criar um clima especulativo como se não conhecia desde a criação da zona euro. Será que os euro deputados vão chamar o comissário Almunia a explicar-se no Parlamento Europeu?

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

MANÍACOS DE QUALIDADE

 O lançamento do Maníacos de Qualidade é hoje às 18.30 no Hospital Miguel Bombarda. Um abraço a todos que foram destacando o livro, como
Planeta Márcia
Prosimetron
Toca a historiar
(con)Textos Novos
Uma mulher não chora
O Sexo e a Cidade

E um agradecimento especial à Inês do Albergue Espanhol e ao Carlos Abreu Amorim que hoje escreve isto.
Até logo!

O Bom da Fita- Estrela Cintilante


Esta semana, a minha coluna de cinema foi sobre o Estrela Cintilante. Jane Campion corresponde ao desafio da "aptidão negativa" proposto por Keats.

Pensar Alto, 31 Jan 2010

Quem mais para a rua, a minha crónica política de Sábado, no Correio da Manhã.

Do Código Contributivo à Lei de Finanças da Madeira

O dramatismo político nas relações entre o governo e a oposição não é proporcional aos montantes envolvidos .Assim, quando a oposição adiou a entrada em vigor do chamado Código Contributivo que retirou ao Estado centenas de milhões de euros de receitas para a segurança social-uma medida de âmbito geral e nacional- ninguém falou em demissões.Agora Teixeira dos Santos ameaça demitir-se quando se joga uma quantia de menos de cem milhões a transferir para a RA da Madeira.Qual é a lógica?

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Os problemas do País

Os problemas do país não são o Mário Crespo e o Medina Carreira.Gosto do formato do Jornal das 9 na SIC-N inclusive com Medina Carreira, mas deixei de ver o programa Plano Inclinado, demasiado apocalíptico para o meu gosto.Mas não é por existir o livro do Apocalipse na Bíblia que o mundo acaba...

Cem dias sem Estado de Graça

O governo quis recordar que tomou posse há cem dias.Mas desta vez não teve direito ao estado de graça.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

A Bandeira como aviso

Ontem, na antiga cadeia da Relação do Porto, foi inaugurada uma exposição que marcou o início das celebrações do centenário da República. Impressionou-me particularmente um quadro de Nikias Skapinakis alusivo ao acontecimento, tendo como tema as cores da bandeira nacional, intitulado Paisagem, em que se conjugam, horizontalmente e sem se confundirem, o verde como terra, o vermelho como céu e o amarelo como sol, em parte coberto por uma nuvem negra em que o olhar se fixa e se interroga.
Skapinakis explica num texto que distribuiu:
«Em última análise, parece-me que a pintura contém um aviso ao poder: poder económico, político,militar, religioso, no sentido de que o negrume pode tapar o sol ainda de esperança e extinguir não só a liberdade, mas a identidade dos portugueses».
A ver e a meditar. Estou convencido que este quadro de Nikias marcará as comemorações do centenário, e a história da pintura portuguesa contemporânea.

Gosto